Blog TEMPO RUN Voltar para o Blog

Jun 18

A importância da determinação dos limiares

Fernando

Os limiares correspondem a intensidades de exercício a partir das quais ocorrem alterações metabólicas e apesar de ser um parâmetro importante para o planejamento de um treinamento, muitos corredores nem sabem o que é isso.

A idéia desse artigo é explicar de forma simples a definição dos limiares: aeróbio e anaeróbio, e qual a importância da determinação deles para o treinamento de corrida.

Entenda os limiares

O limiar aeróbio é a intensidade em que o atleta passa a fazer o exercício aeróbio, ou seja, com energia predominantemente gerada com o uso de oxigênio, nessa intensidade já existe produção de lactato, mas ainda existe um equilíbrio entre produção e remoção.
O limiar anaeróbio é o limite em que a produção de lactato aumenta de forma que não há mais um equilíbrio com a remoção, o que gera um acúmulo dessa substância, fato que está associada ao aparecimento da fadiga e, portanto, à progressiva queda de desempenho

Simplificando, podemos dizer que o limiar anaeróbio é a divisão entre metabolismo predominante aeróbio e o metabolismo predominante anaeróbio.

Para um treinamento mais seguro e mais personalizado a determinação destes dois níveis de intensidade é muito importante, pois eles servirão de parâmetro para a prescrição dos treinos, dependendo das condições individuais e dos objetivos a serem alcançados.

Não adianta se esforçar demais e passar de seus limites. O importante é exercer um treinamento planificado, para, com dedicação, evoluir da maneira ideal ao seu organismo.

Utilidade do limiar anaeróbio

O conhecimento do Limiar Anaeróbio nos permite saber se a intensidade de exercício está exigindo mais do metabolismo aeróbio ou mais do Anaeróbio e qual o ritmo de corrida que deve ser empregado em cada treino.
Permite-nos também traçar uma estratégia para as provas, saber qual a melhor intensidade para perda de gordura, evitar o overtraining, entre outras vantagens.

Se os corredores souberem em que velocidade de corrida está o limiar anaeróbio podem obter maior rendimento aeróbio em provas de longa duração, porém muitas vezes não temos essa informação.

Testes para determinar o limiar anaeróbio

Existem 2 técnicas para determinação do limiar anaeróbio:

Através da análise de amostras de sangue após ou durante intensidades de esforço diferentes e através da análise da resposta ventilatória durante um exercício de cargas progressivas. É o chamado Teste Ergoespirométrico.

Estes exames associam os limiares com os níveis de batimentos cardíacos (freqüência cardíaca) e à velocidade de corrida, o que tem se mostrado extremamente útil para o planejamento do treinamento.

O teste mais utilizado para a determinação do limiar anaeróbio é o Teste Ergoespirométrico, pela facilidade de realização e pelo custo mais acessível. Para corredores, este teste deve ser realizado em esteira, por ser mais especifico à modalidade.

Recomenda-se que os testes para determinação de Limiar Anaeróbio sejam aplicados periodicamente em intervalos de 2 a 3 meses, dependendo dos objetivos para os quais se está treinando.

Remoção do lactato

O lactato acumulado no sangue e nos músculos durante o exercício é removido no período de recuperação. A velocidade dessa remoção depende do fato de se ficar em repouso na recuperação ou de realizar exercício leve (30% a 65% do VO2 máx.) durante a recuperação.
Ao contrário do que alguns podem pensar, o lactato é removido mais rapidamente ao realizar exercício leve durante a recuperação.

Referência Bibliográfica:
 Apostila Limiar Anaeróbio - Prof. Alex
CEFISE - Centro de Estudos da Fisiologia do Esporte

 

Compartilhe:

Comentários

Adicione Qualidade aos seus treinos de Corrida // Quero fazer o treino online!